sexta-feira, 21 de agosto de 2009

No País de Obama - Rodrigo Alvarez - Nova Fronteira

A proposta do livro é super interessante. Ele surgiu da experiência adquirida pelo repórter da Rede Globo, Rodrigo Alvarez, ao viajar por 17 dias pelos EUA para a elaboração de uma série de reportagens para o Jornal da Globo sobre as eleições presidenciais de 2008.

Depois de diversas entrevistas e de mais de meio mês viajando de um lado a outro do País, o jornalista resolveu transformar tudo o que aprendeu, viveu e absorveu em um livro. Sabendo disso, imaginei que o livro ia trazer detalhes ricos da vida de cada entrevistado, contextualizando isso com a realidade do país e com o momento enfrentado por todos os cidadãos americanos.


Aí comecei a ler o livro, que no fim pareceu superficial, sem emoção e completamente frio para mim. O autor aprofundou-se demais em temas que leitores brasileiros pouco se interessariam e deixou de contar casos que fariam nossos olhos grudarem nas páginas do livro.


Entendo que ele quis relatar as entrevistas que realizou, mas, para mim, livro merece uma outra abordagem, um outro formato e mais aprofundamento. Por exemplo, ao invés de contar que ficou horas perdido tentando achar a casa de Obama, era melhor ocupar as mesmas linhas descrevendo como era a casa e contando um pouco do que ele pesquisou sobre a vida do candidato, os pontos fortes do seu plano de governo e toda a estratégia de marketing utilizada em sua campanha.

Essas sim são informações interessantes para os leitores.
Resumindo, acho que ele se preocupou mais em fazer um guia fiel de sua viagem e esqueceu de pensar no que os leitores esperavam ler ao comprar o livro. Ficou parecendo que a estrela principal era o autor e, na verdade, queríamos mais era ler sobre Obama.


Para mais detalhes do livro, acesse o
site oficial.

E você, leu o livro? O que achou?


Sobre o Autor

Rodrigo Alvarez
, carioca, é correspondente da Rede Globo nos Estados Unidos desde 2006. Cobriu as eleições presidenciais baseado em São Francisco, na Califórnia, o maior colégio eleitoral americano, e atualmente vive em Nova York – onde produz reportagens para os telejornais da Globo e apresenta o programa Mundo S/A, da Globo News. Participou de grandes coberturas, como o massacre na Universidade Virginia Tech, os 30 anos da Guerra do Vietnã, a Copa do Mundo de 2002 e os primeiros dias do euro na Europa.

16 comentários:

  1. Oi,oi, te mandei um link por msn, de um livro que acho q vc gostará p comprar.
    :)

    bjsss

    ResponderExcluir
  2. Nossa, realmente o tema é promissor e interessante. Mas, nem sempre a abordagem do autor vem ao encontro do esperado. Valeu pela informação!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Medo de livros escritos por gente da Globo!!!

    ResponderExcluir
  4. Oii,
    O que eu acho legal no seu blog é que apesar de criticar o livro você mostra soluções para o problema e o que o autor poderia ter feito.
    Tem gente que só sabe criticar mas nem tem uma idéia melhor.
    Muito bom o post.
    Bjoo :*

    ResponderExcluir
  5. Tem um selinho no meu blog pra você.
    BjOss

    ResponderExcluir
  6. Livros assim não me atraem muito! E já tendo de antemão essa informação vinda de você, eu sou quem não vou atrás para ler! rs

    Xerus
    =***

    ResponderExcluir
  7. ótimo post, um texto de quem sabe o que fala,
    Tenha um belo domingo.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li, Carla.
    Mas fiquei curiosa...
    Olha tem selinho para vc no endereço abaixo:

    http://ideiasdemilene.blogspot.com/2009/08/selos-que-ganhei-dos-amigos.html

    bjão

    ResponderExcluir
  9. Ou seja, ele fez do livro, um diário pessoal. Que pena! =/
    Beijos,
    Mari
    www.rosas.nadiapag.com

    ResponderExcluir
  10. oi carlaa...

    poxa, nem quero ler esse....hahhaa!

    é interessante como a opnião é algo muito particular, mas que influencia os outros de forma direta!

    hihihihi!

    boa semana...
    beijos mil!

    ResponderExcluir
  11. Oi Carla tudo bom?Passando pra agradecer suas visitas e desejar uma ótima noite e semana!Bjos!

    ResponderExcluir
  12. Tem uma promoçãozinha no blog, participe
    bjs

    boa semana

    ResponderExcluir
  13. Pelos seus comentários, é possível concluir que o jornalista transformou o livro em diário pessoal de quando fez as reportagens nos EUA. Gostei da sua crítica, pois não fez apenas crítica como apontou sugestão para melhorar o trabalho do autor no livro. Sempre gosto de ler críticas com sugestões de melhorias. Só crítica não vale a pena levar em consideração. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Não li o livro, mas vou procurar comprá-lo em minha próxima ida à livraria... Em relação ao Sr. Hussein Obama, eu confio nele tanto quanto confio nos senhores Bush pai e filho, ou seja, não confio nada! Em minha opinião trata-se de um mito, algo muito, muito longe dos padrões éticos e morais do Dr. Martin Luther King por exemplo, este sim, um estadunidense de primeira, "reencarnado lá" nos EUA, gente boa, que não era um político profissional mentiroso, ao invés disso era um homem decente!
    Um grande abraço minha cara e obrigado pela dica e pela sempre sincera opinião...
    Au revoir! Até breve...

    ResponderExcluir
  15. sendo o livro escrito por Rodrigo Alvarez só pode ser maravilhoso!! assim como ele

    ResponderExcluir