quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Memórias de uma Gueixa - Arthur Golden - Ed. Imago

Memórias de uma Gueixa é um livro bem complexo. A leitura não é fluida, porque o livro acaba sendo mais um documentário escrito do que uma história de ficção. Li cada página cuidadosamente, com muita atenção, e por isso mesmo demorei bastante pra terminar esta leitura.

O livro disseca a vida das gueixas do Japão, cada detalhe, toda a rotina, todos os perrengues que elas passam e como a vida delas se resume a servir e a aceitar seu destino resignadamente. 


Paralelamente, há uma história de amor platônico entre a protagonista e um homem anos mais velho, que ela leva consigo durante toda a sua vida. Li todo o livro com a expectativa de que eles ficassem juntos, porque você vai se apaixonando pela inocência e pela resignação de Sayuri, que chama a atenção por ter nascido com olhos azuis, mesmo sendo japonesa. Com tanto sofrimento e tantas provações, esse amor que ela nutre pelo "presidente" acaba sendo, muitas vezes, o motivo pela qual ela levanta todos os dias para seguir em frente. 

Sobre o Autor

Arthur Golden (Chattanooga, Tennessee, 1956) é um escritor norte-americano e autor do bestseller Memórias de uma Gueixa, livro que foi adaptado ao cinema em 2005 com interpretações de Ziyi Zhang e Ken Watanabe e dirigido por Rob Marshall.

Arthur Golden formou-se em Harvard em 1978 em História de Arte, especializando-se em arte japonesa. Em 1980 fez um mestrado em Artes dedicado à história japonesa, na Universidade de Columbia, onde também aprendeu mandarim. Depois de um Verão na Universidade de Pequim, foi trabalhar para uma revista em Tóquio. Em 1988 fez um M.A. sobre Inglês na Universidade de Boston.

Viveu e trabalhou no Japão, e desde essa época tem ensinado escrita criativa e literatura na área de Boston. Vive em Brookline, Massachusetts, com a mulher e os filhos. 


Fonte: Skoob

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Balanço de Leituras - 2018


Já estamos na segunda semana do ano e está mais do que na hora de fazer aquele balanço das leituras realizadas no ano passado, que já virou tradição. Até o meio do ano eu estava indo bem nos livros, mas em agosto tudo mudou e minha vida deu um baita looping (positivo, eba!!). Aí, sobrou coisa pra fazer e faltou tempo pra ler. Snif. Acabei o ano com míseras 23 leituras, mas, mesmo assim, vale o registro.

Como sempre, as obras que já têm resenhas publicadas estarão com link no título. As demais, terão resenhas logo menos.

Bora lá:

1 - A Irmã - ótimo
2 - Com um pé na Sepultura - bom
3 - A Caminho da Sepultura - bom
4 - O Cavaleiro de Bronze - sensacional
5 - O Portão Dourado - sensacional
6 - Tatiana & Alexander - sensacional
7 - Amor sem Limites - péssimo
8 - Rush sem Limites - ruim
9 - Memórias de uma Gueixa - bom
10 - A Garota no Trem - muito bom
11 - Única Filha - muito bom
12 - Um Mais Um - bom
13 - Um dia de cada vez - muito bom
14 - Apenas um Ano - muito bom
15 - Dormindo com o Bilionário - ruim
16 - Fingindo - bom
17 - Casagrande e seus Demônios - muito bom
18 - Fome - bom
19 - A Garota do Lago - sensacional
20 - As Gêmeas do Gelo - muito bom
21 - Quando eu Parti - muito bom
22 - Tensão - regular
23 - Os 90 dias de Geniève - regular

E você, já leu algum desses? Quantos livros você quer ler em 2019? Me conta!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Você conhece a livraria mais bonita do mundo?


Feliz 2019, gentê!!! Diminuí bem as postagens no segundo semestre do ano passado, mas foi por um bom motivo: falta de tempo, excesso de trabalho, escassez de horas nos meus dias! E acho isso ótimo, porque ociosidade demais não é nada legal pra mente, nénão?

Ano passado foi um ano em que fiquei 9 meses sem ver uma das amigas mais incríveis que tenho na vida. Ela passou, com a sua família, uma temporada de 9 longos meses na Europa. Mas (ufa!) ela já voltou e trouxe com ela mil experiências maravilhosas e um folheto da livraria mais bonita do mundo: a Lello. Nem preciso dizer que fiquei louca quando ela me deu o folheto, que conta toda a história da livraria. 


E, realmente, a bichinha é linda!!! Ela fica em Porto - Portugal - e tem nada menos do que 114 anos! A Lello é parada obrigatória para os turistas que visitam a cidade, afinal, além de ser deslumbrante, ela serviu de inspiração para os livros de Harry Potter! A livraria tem estilo neogótico e foi projetada para ser um templo das artes.

Eu, que tenho 3 dos meus 4 avós portugueses, já era louca pra conhecer Portugal. Agora, emtão, a vontade deu uma multiplicada básica.

Confira aqui algumas fotos da livraria. Destaque para a escadaria vermelha maravilinda.