quarta-feira, 15 de julho de 2009

Vida Dupla - Rajaa Alsanea - Nova Fronteira

Como já mencionei em outro post, sou louca por livros que contam histórias sobre a vida de mulheres no Oriente Médio. Tenho um monte, já li um monte e sempre que sei de um lançamento, já fico com coceira no bolso. :)

Mas, hoje é a vez de Vida Dupla, que possui um formato completamente diferente dos livros semelhantes existentes no mercado. No livro, os e-mails cumprem um papel importante na narrativa, fazendo os leitores de outras partes do mundo perceberem o abismo que há entre a modernidade típica das novas gerações globalizadas e a cultura secular de seu país. A história foi escrita a partir de 50 emails que eram enviados semanalmente pela autora às integrantes de um grupo de bate-papo online.

O acesso a tanta informação acabou por fomentar a ocidentalização dos mais novos, que puderam experimentar uma vida sem tanta desigualdade entre os sexos. Mesmo assim, os costumes e a cultura tradicionais continuam, na maioria das vezes, a ditar as regras.

Prova disso é o escândalo que o lançamento do livro provocou, em 2005. Isso porque a autora expôs a vida social, a intimidade e os desejos das protagonistas, quatro jovens e ricas sauditas que realmente existem e fazem parte do círculo de maigas de Rajaa. A polêmica no mundo árabe girou em torno da linguagem (extremamente coloquial) utilizada e da reprodução de trocas de e-mails entre amigas.

Minha Opinião

Eu adorei o livro e acabei o exemplar rapidinho. A linguagem é jovial, bem simples, primando sempre pela objetividade e, por isso, não cansa. Diferentemente dos outros livros sobre o oriente Médio, Vida Dupla mostra claramente que, apesar da cultura tradicional e enraizada, as mulheres que chegaram depois do advento da internet, principalmente, buscam seu lugar no mundo como nós fazemos por aqui, têm dignidade, são felizes e lutam pelos seus direitos com a cabeça erguida.

Agora, ao invés de pensar que só existem mulheres tristes, sem dignidade e cheias de sogrimento, sei que elas ainda são a maiorira, mas que já existem mulheres livres, globalizadas, antenadas com a realidade do mundo, primeiros passos para o fim da desigualdade.

Li uma frase que resume bem o livro:

Baseado em histórias reais de colegas da universidade, Vida Dupla fala de sexo antes do casamento, de garotas que se travestem para dirigir carros e personagens regados a álcool - uma ficção pop sobre a distância abissal entre as leis islâmicas e a influência dos hábitos ocidentais.

Cadê a Liberdade de Expressão?


Quando publicado, o livro foi imediatamente banido da Arábia Saudita, mas passou a circular em cópias piratas. (Afe!!!)

Sobre a Autora

Rajaa Alsanea é endodontista. Nasceu em Riad há 25 anos e passou a receber mensagens eletrônicas de fanáticos e ameaças de morte de fundamentalistas depois que lançou seu primeiro romance.

Nele, Rajaa conta a história de quatro jovens muçulmanas da alta classe média na Arábia Saudita, que passariam por garotas normais no Ocidente, mas consideradas corrompidas na sociedade islâmica em que vive a autora.

Confira uma entrevista com a autora, na qual ela conta tudo o que pensa sobre a cultura e o tradicionalismo do seu país.

14 comentários:

  1. Carla, voce iria gostar do livro Mundos de Eufrasia. Fiz um post simples sobre o livro, foi uma mulher forte e a frente do seu tempo, vale a dica. E este fica na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi..

    Que legal..
    Passando pra conhecer e já ficando...
    Está devidamente "Feed"zada... (que horror...rs)

    Grande beijo

    Neo
    Twitter: @todosossentidos

    ResponderExcluir
  3. eu não li em detalhes a sua resenha pq quero ler essa obra. eu gosto de livros de países diversos. e gosto de livros sobre mulheres e escritos por mulheres. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. pra ti tbm tudo de ótimo! e boas leituras!

    ganhei alguns livrinhos de níver!! ^^

    bjz

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla...tudo bem???

    Vim aqui compartilhar uma leitura que fizemos quase juntas,rsrsrs, só que eu demorei um pouquinho para terminar. Para Sempre Alice, menina que livro lindo. Eu terminei e tive a sensação que estava vivendo com John, Lydia, Anna, Charlie, Tom, Alice, parecia que eu era da família, me identifiquei muito com Alice, gosto de livros quando nos identificamos com os personagens!!! Valeu muito a pena. Lindo!

    Um bom dia pra vc...

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. eu sou meio contra este tipo de livre, porque mostram uma coisa que não é normal nem comum nos países muçulmanos. Colocam os costumes e hábitos ocidentais como salvadores das pessoas daqueles países, sem considerar que a maioria das mulheres é muito feliz sim, sendo muçulmana e seguindo os preceitos da religião!! eu mesma sou brasileira e me converti por crer em mta coisa... uma coisa é cultura - como proibir uma mulher de trabalhar, o que não tem sentido em várias situações tb para os muçulmanos - outra é dizer que pq o país é muçulmano isso é praticado.
    Existem mais barbaridades contra a mulher no ocidente do que nos países islâmicos, só que a mídia gosta de causar, e livros como esse só empobrecem o diálogo, pois são a exceção da regra e não mostram a realidade, mas sim de revoltadinhos que existem em qualquer cultura....

    ResponderExcluir
  7. Carla, manda seu endereço de novo pro meu e-mail...vou te mandar outro livro.
    Coloca o bairro que vc mora desta vez...ainda acho que não chegou pq foi sem.
    Bjão

    ResponderExcluir
  8. Oi Carla,
    que belo trabalho você faz pela leitura!
    Parabéns.
    Ficarei muito contente em ter meu blog em sua companhia. Fique à vontade.
    Virei visitar seu blog outras vezes.
    Um abração,
    Aníbal Bragança
    Ler, escrever e contar

    ResponderExcluir
  9. Olá, Carla.

    Claro que pode linkar. Fico feliz com isso, inclusive.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Vc provavelmente leu a Cidade do Sol?
    Também gosto de ler sobre a vida destas mulheres....vou procurar este livro!
    BJ

    ResponderExcluir
  11. nossa mto interessante, me deu ate vontade de ler... esse mundo é mto pouvo conhecido por nós... amei! beijos

    ResponderExcluir
  12. OI Carlinha!

    ai, eu quero ler esse!
    Me empresta??

    Manda pelo correio!
    eu devolvoo!
    hihihihi!

    eu to taum parada em relaçao aos livros, queria ler alguma coisa interessante...

    tenho um livro meio estranho aki, vou começar ele esses dias!
    O doce vermelho das beterrabas

    nunca ouvi falar, entaum vou ler!

    beijo Carlinha!

    ResponderExcluir
  13. Oi lindona
    Fazia tempo que não vinha aqui.
    Ó, vou te mandar meu endereço. Quem sabe assim vc me empresta uns trocentos livros desse que vc lê..rss

    Bjusssssssssssss

    ResponderExcluir
  14. Esse livro parece ser bem interessante. Também gosto de ler sobre a vida das mulheres mulçumanas. Na verdade, gosto de ler sobre o mundo islâmico em geral.
    Beijos,
    Mari
    www.rosas.nadiapag.com

    ResponderExcluir