quinta-feira, 23 de abril de 2009

A Massai Branca - Corinne Hofmann - Ediouro

A Masai Branca, de Corinne Hofmann, é um dos livros mais envolventes e uma das biografias mais incríveis que já li.

A história real conta a saga da suíça que, durante uma viagem ao Quênia com seu namorado, apaixona-se perdidamente por um guerreiro da tribo Masai, por quem decide largar toda a sua vida no primeiro mundo, incluindo seu negócio, sua família, sua rotina, sua estabilidade e seu namorado, em nome dessa paixão avassaladora.

A certeza e a perseverança de Corinne sobre a intensidade e a veracidade desse amor faz com que ela lute com todas as suas forças em busca da felicidade.

Porém, os desafios que ela enfrenta vão além de tudo o que eu poderia imaginar. No lugar dela, sinceramente, eu teria voltado em uma semana. Além de não falarem a mesma língua e de terem costumes completamente diferentes, as condições de vida, as doenças e alimentação da tribo fazem com que Corinne passe por maus bocados, chegando inclusive à beira da morte mais de uma vez.

Beber sangue, andar quilômetros para tomar banho, não ter nada nem parecido com banheiro, sobreviver a cinco malárias e ainda ver meninas sendo mutiladas quando entram na puberdade são só alguns dos obstáculos que ela enfrenta para tentar viver esse amor.

Corinne escreve muito bem faz com que o livro, que já possui uma história capaz de aguçar a curiosidade de qualquer um, seja devorado em poucos dias pelos leitores ávidos pelos desfecho da trama, que vai ficando cada vez mais angustiante e densa.

Outro ponto forte da obra são as fotos, que dão ainda mais veracidade ao texto, assim como envolvem e aproximam o leitor da autora e dos demais personagens. Quando terminei o livro, se encontrasse Corinne do meu lado, passeando pelas ruas de São Paulo, olharia para ela e seria capaz de falar: - Oi, Corinne, e aí, tudo bem? Como vai a filhota?, como se ela fosse uma conhecida de anos e anos.

Trilogia

E, para quem pensa que a história da vida de Corinne Hofmann termina com o final de A Masai Branca, aí vai um toque importante: é uma tri-lo-gia!

Depois de escrever A Masai Branca, que vendeu milhares de exemplares no mundo inteiro, a escritora resolveu escrever um segundo livro, "Back from África", que conta a história de sua vida de volta à Suíça, o que já fez você perceber que a história de amor de Corinne terminou (já que contei isso, voucontar também que o relacionamento de Corinne e Lketinga durou cinco anos). E, depois, vem o "Reunion in Barsaloi", que conta em detalhes (e com fotos!) a visita, depois de 14 longos anos, de Corinne a sua família queniana! Os dois outros livros ainda não foram traduzidos para o português.

Sim, eu li os três!

Não, os dois últimos livros não foram lançados no Brasil ainda. E sim, eu já li os três! Uma amiga, que também ficou louca pelo primeiro livro, pediu para seu irmão, que mora na Europa, comprar os demais livros para ela. No final de 2008, durante uma visita, ela pegou os exemplares e trouxe para cá! Depois de "engolir" os dois livros, estava eu, com cara de coitada, implorando pelo empréstimo das relíquias. Li em inglês mesmo, sem dificuldades. Quando a linguagem não é técnica tudo fica mais fácil.

A Masai Branca, o filme

Com o terceiro livro, Corinne ficou mais famosa do que já era, seus livros vendem como água e muitas pessoas tornaram-se fã da autora. Daí, o convite para transformar sua história em filme foi consequência. Não assisti ao filme ainda, mas tenho certeza que, dificilmente, a riqueza de detalhes e toda a emoção dos livros conseguirão ser transmitidas no longa metragem.

Vida real

É por isso que eu adoro biografias! Procurei na google por vídeos, entrevistas e qualquer coisa que contasse um pouco mais sobre a vida de Corinne. E achei coisas muito legais! Confira a entrevista aqui.

Sobre Corinne Hofmann

Corinne Hofmann nasceu em 1960 em Frauenfeld, no cantão Thurgau, filha de mãe francesa e de pai alemão. Antes de partir para o Quénia, tinha uma loja de roupa na Suíça. Quando voltou, escreveu The White Masai (traduzido para inglês em 2005), que vendeu mais de 4 milhões de exemplares na Alemanha. O livro foi adaptado para o cinema pela realizadora alemã Hermine Huntgeberth e estreou no Festival de Cinema de Toronto a 14 de Setembro de 2005. Corinne escreveu ainda duas continuações do primeiro livro: Back from Africa e Reunion in Barsaloi. Hoje, vive confortavelmente no Lago Lugarno com a sua filha, Napirai, de 17 anos.

27 comentários:

  1. Nossa sua resenha ficou perfeita....dá uma curiosidade para ler o livro que vc não tem idéia...Saiba que sempre estarei aqui nesse espaço...em busca de novas novidades...e com certeza para mim será leitura OBRIGATÓRIA.....BjOs

    P.S: TBM AMO LIVROS, CACHORROS INTERNET CHOCOLATE RSRS

    ResponderExcluir
  2. Legal Carla, e já gostei do nome, bem sacado. Vi o filme baseado nesse livro, não foi boa.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, essa amiga que menciono no texto também foi assistir ao filme e não gostou. Por isso nem me animei ainda. Prefiro ficar com as lembranças únicas dos 3 livros que li. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. carla, menina! adorei o novo blog :) e já estou mega a fim de ler essa trilogia :)

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla...

    Obrigada pela visita, adorei seu cantinho... sempre que puder estarei por aqui...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  6. Olá Carla, a encontrei através do blog da pedrita, e quando o assunto é livrros e literatura, não tenho como evitar ... então passei por aqui para lhe desejar muita sorte em sua nova empreitada e muitas letras pra você.

    abraços literários
    Marco

    ResponderExcluir
  7. A história é bem interessante mesmo. Não sabia que era uma trilogia. Meu amigo assistiu o filme e disse que é muito bom. Legal que criou um novo blog.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Confesso que não sou muito fã de biografias, mas essa parece ser realmente interessante!

    Bem vinda ao mundo blogueiro. Já começou em grande estilo!

    Qdo tiver um tempinho, visite-me!
    http://livrosdebia.blogspot.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Carla! Muito legal o seu blog! Dicas de livros são sempre bem vindas, não é? Também adoro biografias e me interessei muito por essa, vou comprar. Ah! E estou linkando o seu blog lá no meu Idéias e Livros, ok? Bjs. Ana

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carla,
    VIm aqui por causa da indicação da Janna.
    Um blog sobre livros só pode ser bom!
    Um bom fim-de-semana pra vc!
    Bjos,
    Paulinha

    ResponderExcluir
  11. Hey, gostei do seu blog! Vou linkar no meu, rs..

    Mais um blog para dicas de leitura, amo!

    Bjo..

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Parabéns pelo blog...Adorei!!!

    Fiquei com muita vontade de ler esta trilogia!

    E vou passa a visitar este cantinho tão acolhedor!

    Boas Leituras!!!

    Um beijinho!

    ResponderExcluir
  13. Fiquei bastante interessada neste livro, não o conhecia.
    Parabéns pelo blog.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Vou ver o filme, você fez uma ótima resenha. Bj

    ResponderExcluir
  15. Quero que ganhe por que adora biografia e ler é o meu pasatempo quando não estou aqui.
    Com carinho Sucesso.

    ResponderExcluir
  16. Meu Deus... preciso ~ver a continuação desse filme. É muito interessante. Estou super curiosa pra saber como continua esta história. Muito lindo. Estou aguardando novas notícias sobre Carola e Lemalian e sua filhinha.

    ResponderExcluir
  17. Vc sabe qual a previsão dos outros 2 livros?!!!Adorei esse, mas queria os 3...

    ResponderExcluir
  18. Oi Carla, eu li o livro e vi o filme também, ambos são maravilhosos. Claro que como qualquer outra biografia, livro é bem mais rico de detalhes, mas o mais interessante no filme é a forma como é mostrada o processo de aculturação de ambos os personagens e a disparidade entre tempo e evolução histórica e social do casal.
    Nírlia Costa

    ResponderExcluir
  19. infelizmente nao li o livro ,mas o filme nao me sai da cabeça.Acho que fiquei uma semana sem dormir imaginando que aquele era o fim,preciso conhecer oresto da historia para confortar meu coraçao.obrigada pela informaçao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tambem fiquei asssim. fascinada pela historia.

      Excluir
  20. Oi Carla, meu professor de antropologia pediu para que lêssemos ou assistirmos o filme , pois ele mostra os contrastes culturais entre uma sociedade "Civilizada" e uma "não civilizada",e realmente são interessantes.
    Na época que busquei pela internet achei em seu blog, mas so agora lembrei de comentar!
    vlw ae,sua resenha me foi util :P
    bjo!!

    ResponderExcluir
  21. Muito boa a resenha! O filme é realmente apaixonante, mais do que recomendado! ;D

    Bom, caso queira visitar o meu blog: http://arquivovivu.blogspot.com/

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Nossa Carla por um acaso ..lembrei desse livro que li e gostei muito,nossa não sabia que ja tem mais 2 livros ..nossa que bom ..mas bem que vc podia adiantar oque vc já leu dos outros né ...rsr
    bjos

    ResponderExcluir
  23. Eu vi esse filme na faculdade, numa aula de Antropologia & Sociologia, onde a intenção era mostrar o choque de Culturas entre os povos, toda aquela sintonia entre as pessoas, conversação... É bem interessante o filme...gostei muito!

    ResponderExcluir
  24. Olá! Adorei a sua resenha...Eu já li o 1° livro e me apaixonei! É mto bom e vale mto a pena ler! Super recomendo! Agora fiquei curiosa pra ler os outros 2...;)

    ResponderExcluir
  25. Olá,realmente ja tinha lido o lirvro em 2009,achei a estória espetacular e meia louca,agora que vi o filme,sei que ela passou horrores,comeu o pão que o diabo amassou,pelo menos se livrou do marido,ninguem merece um marido daqueles!

    ResponderExcluir