quarta-feira, 10 de junho de 2009

Back from Africa - Corinne Hofmann - Arcadia Books

Esse é o segundo livro da trilogia sobre a qual já comentei na minha primeira resenha.

Aqui, Corinne Hofmann conta como reconstruiu sua vida depois de fugir do marido, um guerreiro massai, e voltar para seu país com um bebê nos braços. O recomeço foi difícil, a tensão também e as incertezas não paravam de atormentar sua mente. Afinal, agora ela tinha um ser que dependia totalmente dela.

Não tão emocionante como o primeiro, mas tão bem escrito quanto, Back from Africa é leitura obrigatória para quem leu e ficou apaixonada pelo primeiro livro da trilogia, como eu.

A história retrata com detalhes sua volta por cima emocional e profissionalmente, bem como mostra todo o apoio de sua família e demonstra como o afeto e o amor incondicional podem ajudar alguém a reunir forças para começar de novo. O legal nesse livro é ver que a Corinne cheia de coragem, louca por aventura e até meio inconsequente deu lugar a uma mulher com medos, inseguranças e pé no chão. E acho que essa mudança aconteceu tanto pela maturidade dos anos que se passaram quanto pelas experiências vividas. Mas, o motivo maior para essa nova postura foi, com certeza, o nascimento de sua herdeira, por quem Corinne passou a viver a partir de então.

Se eu tivesse que escolher uma palavra para resumir este livro, ela seria Recomeço. Se pudessem ser duas, seriam Coragem e Recomeço.
Sobre Corinne Hofmann

Corinne Hofmann nasceu em 1960 em Frauenfeld, no cantão Thurgau, filha de mãe francesa e de pai alemão. Antes de partir para o Quénia, tinha uma loja de roupa na Suíça. Quando voltou, escreveu The White Masai (traduzido para inglês em 2005), que vendeu mais de 4 milhões de exemplares na Alemanha.

O livro foi adaptado para o cinema pela realizadora alemã Hermine Huntgeberth e estreou no Festival de Cinema de Toronto a 14 de Setembro de 2005. Corinne escreveu ainda duas continuações do primeiro livro: Back from Africa e Reunion in Barsaloi. Hoje, vive confortavelmente no Lago Lugarno com a sua filha, Napirai, de 17 anos.

16 comentários:

  1. Obrigada pela visita Carla. Vou linkar seu site tbm!!! Compartilharemos...rsrs
    Grande abraço!!

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia essa triologia, mas parece ser bem interessante e envolvente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ops, esqueci de colocar o link... rsrs
    www.rosas.nadiapag.com

    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  4. Putz, este livro deve ser muito bom hein Carlinha, só a capa já me acha a atenção

    bjsss bom feriado

    ResponderExcluir
  5. Estou louca para conhecer os livros da Corinne Hofmann.

    ResponderExcluir
  6. mto interessante a historia, parece ser bem legal! beijosss

    ResponderExcluir
  7. Se coragem constitui este livro, acho que eu tenho que lê-lo! Sou tão medrosa! =/

    Estou de volta! \o/

    Xerus
    =***

    ResponderExcluir
  8. Oi Carla!
    Tem selo com meme pra vc no meu blog!
    Passa lá!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Que interessante! Eu já ouvi falar dela + nunca li nada... quando uma história assim não é ficção com certeza faz a leitura mais interessante.
    Boa, boa!

    ResponderExcluir
  10. Realmente parecem ótimos! Bjins

    ResponderExcluir
  11. Oi :)
    Adorei o Blog! Adoro blogs sobre livros!
    Um dos meus livros preferido´s chama-se "Night" by Elie Wiesel!
    Beijos
    Su

    ResponderExcluir
  12. Tem selinho p vc no meu blog, mas acho que você beeem já recebeu hahahah

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá Carla!! Tudo bem?!

    Vim te fazer uma visita e dizer que tem um prêmio para vc no meu blog Nossos Romances!! Me dá uma vistinha e pegue lá o seu ;)

    bjs
    Lili

    ResponderExcluir
  14. Oi Carla! Boa dica! Eu já estou com o primeiro, que comprei por causa da dica que você deu aqui, mas ainda não tive tempo de ler. Agora, pelo jeito, vou ter que colocar o seguinte na fila... rsrs. Ah! Obrigada pelo selinho que você me mandou faz tempo. Mas o blog do UOL é todo enrolado para colocar essas coisas e, atolada como eu estava de trabalhi, acabei não achando jeito. Não foi desprezo não, fiquei super-honrada, foi incopetência mesmo rsrs. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá eu tenho os outros dois,mas esse não consegui em português vc sabe se tem? O reencontro em Barsaloi eu comprei em portugal,pois não foi editado no Brasil pelo que consta.Se você souber desse segundo em portugues me diz tá? Agradeço.

    ResponderExcluir